Mais Educa Eventos

Compartilhando conhecimento

Boa circulação impulsiona rendimento esportivo

. | postado em 27/05/2022

26 Maio 2022  | Seção: Colunas & Artigos  |  Categoria: Artigos

Afinal, uma boa circulação melhora seu rendimento esportivo ou um bom rendimento esportivo melhora a circulação?

 

Cirurgiã vascular e médica atuante em Medicina do Estilo de Vida diz que as duas máximas são verdadeiras, então, exercitar o corpo é palavra de ordem

Se a sua desculpa para não iniciar a prática diária de atividade física é que a sua circulação sanguínea não é lá essas coisas e que, por isso, você sentirá cansaço e sensação de peso ao exercitar o corpo, saiba que a realidade não é bem assim. "Tanto uma boa circulação melhora o rendimento esportivo quando um bom rendimento esportivo melhora a circulação. E quanto mais você se exercita, melhor será seu condicionamento vascular, melhorando tanto a função venosa quanto a função arterial, da mesma forma que menor será a sensação de peso e cansaço", explica a cirurgiã vascular Dra. Aline Lamaita, membro da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular.

De acordo com a médica, a panturrilha é o coração das pernas: a cada contração muscular bombeamos o sangue e ativamos a nossa circulação. "Situações onde essa musculatura fica parada muito tempo podem causar uma retenção de líquido nas pernas, levando a inchaço, pernas pesadas, cansadas e aumentando a predisposição de desenvolver varizes e trombose venosa", afirma a médica.

Mas fique tranquilo, porque você nem precisa ser atleta profissional, já que os exercícios de baixo impacto são benéficos, pois a contração da musculatura em caminhadas por exemplo, entre outros benefícios, aumenta a velocidade do fluxo do sangue nas veias, melhorando o retorno do sangue ao coração. Uma dica valiosa é participar de caminhada com amigos, para melhorar a circulação nas pernas e promover o crescimento de novos vasos sanguíneos.

Quem tem mais aptidão para "puxar ferro" pode investir na musculação, um dos exercícios mais benéficos para quem quer melhorar a qualidade de vida. "Além da queima de gordura e do ganho muscular, a musculação protege os ossos, melhora a postura, a flexibilidade, a resistência física e, principalmente, a circulação, já que, por ser composta de exercícios mais intensos, a modalidade deixa o coração mais ativo e saudável, normaliza a pressão sanguínea e combate o colesterol, assim protegendo o organismo de doenças cardiovasculares", destaca.

Porém, apesar de ser extremamente benéfica, a musculação deve ser realizada de maneira correta e sempre com o acompanhamento de um profissional de educação física para evitar possíveis complicações, como o agravamento das varizes, veias que perderam sua função circulatória e, devido ao aumento da pressão interna, acabam ficando dilatadas, tortuosas e começam a aparecer na pele. "Principalmente em pessoas que possuem predisposição genética às varizes, o hábito de prender a respiração para levantar peso pode aumentar a pressão intra-abdominal, o que, por sua vez, pode reduzir o retorno venoso das pernas para o coração. Dessa forma, o sangue acumulado nas pernas acaba aumentado a pressão dentro das veias na região, que sofrem dilatação e dão origem às varizes", alerta a especialista. Essa dica acaba sendo de extrema importância principalmente para halterofilistas e fisiculturistas, que trabalham com cargas muito pesadas.

Além de sempre realizar atividades físicas com o acompanhamento de um profissional especializado, é possível também aliviar os sintomas decorrentes de problemas de circulação através da adoção de alguns cuidados simples, como fazer uso de meias elásticas de compressão. "As meias de compressão estimulam a circulação da perna e são ótimas para quem pratica atividades físicas regularmente, pois ajudam a diminuir a concentração dos ácidos lático e pirúvico no músculo, responsáveis por causar a dor muscular. Dessa forma, seu treino renderá mais e você sentirá menos dor no dia seguinte", completa a médica.

Entretanto, se você já sofre com a presença de varizes, é fundamental que você consulte um médico especializado antes de realizar qualquer tipo de exercício. Apenas ele poderá realizar uma avaliação e verificar que tipos de exercícios você pode realizar. "Quem sofre com varizes tem que enxergar a musculação como uma aliada ao tratamento, já que a hipertrofia da panturrilha, o coração das pernas, é essencial para o controle da doença venosa, além de ser um ótimo modo de prevenir doenças como trombose e embolia pulmonar", finaliza a Dra. Aline Lamaita.

 

FONTE: DRA. ALINE LAMAITA - Cirurgiã vascular, Dra. Aline Lamaita é membro da diretoria (comissão de marketing) da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular (SBACV). Membro da Sociedade Brasileira de Laser em Medicina e Cirurgia, do American College of Phlebology, e do American College of Lifestyle Medicine, a médica é formada pela Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo (2000) e hoje dedica a maior parte do seu tempo à Flebologia (estudo das veias). Curso de Lifestyle Medicine pela Universidade de Harvard (2018). A médica possui título de especialista em Cirurgia Vascular pela Associação Médica Brasileira / Conselho Federal de Medicina. RQE 26557

Fonte: Holding Comunicação | https://fitestrong.com.br/secaodesktop/colunas-e-artigos/3056/boa-circulacao-impulsiona-rendimento-esportivo

Pagamento
Tecnologia

© 2021 - Mais Educa Eventos. CNPJ: 34.297.114/0001-67. Todos os direitos reservados.

commerceplus-logo
Chame no WhatsApp

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, desempenho e recomendar conteúdos de seu interesse. Ao continuar, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Continuar